sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Nunca escrevi sobre você

Eu nunca escrevi sobre você
Mas dediquei as luas e as chuvas
Do meu melhor poema
Aos buracos na tua bochecha
E aos olhares que em mim buscava

Mastiguei pedaços de distância
E saudades dos abraços
Enquanto você seguia seus passos
E me deixava sem esperança

Sentei ao pé da escada 
Pra unir papel e lápis
Desenhei em letras
Os traços da sua face

E terminei
Falei de paz, de sorrisos e olhares
Mas não citei você
Citei a lua, a chuva e a saudade

Por ser o que restou
Desde que você se retirou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 renata massa