sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Me embrasas

Me deu sorrisos lindos
E olhares brilhantes
Palavras amáveis
E toques fumegantes

Queimou comigo a cada toque novo
Sentiu na pele o poder do fogo
Ardeu, marcou, doeu
Mas sorriu, guardou, gostou

E voltou
Como sempre voltava
Por mais chama, me deixando em brasas
A cada vez que de lado eu ficava

Não foi na primeira, nem na terceira vez que aprendi
Demorei muito tempo pra perceber que seu lugar não é aqui
E seja lá onde for, não é comigo
Porque brasa acesa não queima com o fogo que foi apagado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 renata massa