sexta-feira, 14 de agosto de 2015

A dor de um coração apaixonado

Vou contar algo
que muitas vezes foi cantado
entre danos e enganos
a dor de um coração apaixonado

Era terça de um verão eletrizado
festa , farra
alegria a todo lado
um sorriso ao longe foi visto
e com um olhar foi cruzado
ali nascia , o que hoje seria
a dor de um coração apaixonado

Dias, meses, tempos já passaram
já sorriram, conheceram, 
ontem, hoje, em qualquer lugar se amavam
não parecia que aquilo se tornaria
a dor de um coração apaixonado

Outra terça num inverno congelado
já chovia, e choraram
algo ali estava errado
era onde começava
a dor de um coração apaixonado

Nem os dias, nem os meses
nem os tempos já passados
foram suficientes para evitar 
um erro comprovado
o sorriso com um novo olhar foi cruzado
noites, luas, álcools e cigarros
assistiam ao adultério 
como um concerto mal tocado
sem palmas, ou aplausos
apenas, a dor de um coração apaixonado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

 renata massa